• White/Preto
  • Padrão

Current Style: Padrão

Governo do Estado do Pará

Você está aqui:

Calouros aprovados em Mosqueiro agradecem ao Programa Forma Pará

Sectet - qui, 29/08/2019 - 16:52
29/08/2019

O professor Daniel Tavares teve a sala de aula invadida na quarta-feira (28), mas não para protagonizar episódios de violência. Ao contrário, uma mãe gritava, cheia de alegria: “Minha filha passou, professor. Minha filha passou!”. A história foi contada pelo próprio professor, que trouxe a Belém na manhã desta quinta-feira (29) quatro calouros da Universidade Federal do Pará (UFPA), aprovados nos cursos de História e Turismo, ofertados em Mosqueiro (distrito de Belém), pelo Programa Forma Pará, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet). O professor e os novos universitários vieram agradecer a oportunidade concedida pelo governo do Estado. A lista com os aprovados foi divulgada na quarta-feira no portal da Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), realizadora do processo seletivo especial.

O titular da Sectet, Carlos Maneschy, acompanhado da secretária adjunta, Edilza Fontes, recebeu professor e alunos, e parabenizou os calouros pela aprovação. “Aproveitem essa oportunidade. Tirem dela o maior proveito possível. A educação vai mudar a vida de vocês, assim como mudou a minha”, disse o secretário. O professor Daniel, que trabalha em escolas públicas estaduais no distrito de Mosqueiro, trouxe os alunos aprovados e agradeceu ao “governo pela possibilidade de futuro melhor, de qualificação profissional para os nossos jovens. Isso é muito bom para a nossa ilha”.

Perto de casa - Alzira Oliveira foi aprovada para o curso de História, enquanto Julliany Santos, Antônio Lucas Ramos e Maria Jakeline Ferreira são calouros de Turismo. Todos nasceram e foram criados em Mosqueiro. “Era o nosso sonho ter a oportunidade de fazer um curso universitário público em Mosqueiro. Estamos muito felizes”, declarou Antônio Lucas. “Era o sonho de muito jovens, por causa da dificuldade de vir e voltar todos os dias. São quase cinco horas de viagem”, informou Julliany Santos. “Agora, o percurso será feito a pé ou de bicicleta”, acrescentou Maria Jakeline.

O principal objetivo do Programa Forma Pará é levar oportunidade de formação superior a locais onde não existam campi universitários, enfatizou o secretário, informando que o Pará é um dos estados  brasileiros com menor número de jovens no ensino superior. “A média nacional é de 18% das pessoas entre 18 e 25 anos nas universidades. No Pará, são cerca de 10%. O 'Forma Pará' visa melhorar esse percentual levando o curso superior, o mais próximo possível, aos jovens do nosso interior. Esse é um compromisso do governo do Estado”, afirmou Carlos Maneschy.

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)
Fotos: Priscila Castro (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

BioTec participa do Espaço Ecos Amazônia

Sectet - qui, 29/08/2019 - 14:11
29/08/2019

A Organização Social BioTec-Amazônia vai estar presente de 2 a 6 de setembro de 2019 no espaço Ecos da Amazônia, evento que ocorre dentro da programação do 42º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – INTERCOM 2019. O espaço Ecos da Amazônia será uma grande vitrine para que a comunidade possa conhecer microempreendedores e projetos na área de ensino, pesquisa e extensão ligados à sustentabilidade. A OS, além de parceira e apoiadora, é uma das realizadoras do evento e conta com um estande durante os cinco dias do evento, onde apresenta seu trabalho do uso sustentável da biodiversidade da Amazônia.

Com o tema “Sustentabilidade e Comunicação”, o Ecos da Amazônia será um espaço amplo, acessível e acolhedor a todos os participantes do 42º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação – Intercom 2019. Os visitantes e congressistas terão a oportunidade de dialogar e conhecer inúmeros projetos de pesquisa e extensão dispostos em estandes e, ainda, participar de oficinas criativas, sorteio de brindes, passeios, adquirirem produtos artesanais e degustar os produtos orgânicos produzidos com elementos da floresta.

Um dos papéis da organização social é juntar os diversos setores da inovação. A BioTec-Amazônia, que faz a gestão do Programa BIOPARÁ, ferramenta ligada às cadeias produtivas aqui da nossa região, busca agregar valor às matérias primas e tenta viabilizar formas do Estado sair do mero papel de fornecedores de insumos e, através de ciência e tecnologia, desenvolver essas matérias primas e trabalhar com empresas intermediárias.

Para isso, a BioTec estará disponível nesse evento para estimular, nesses pequenos e médios produtores, ações voltadas para a transferência e valoração de tecnologias, negociações e articulações formais visando captação de recursos e parcerias entre produtores, mobilizando os produtores locais a expandir seus negócios. A ideia com a programação é aproximar o público presente de assuntos diretamente ligados à região amazônica, tais como: sustentabilidade, valoração ambiental, potencial energético e biodiversidade, bem como estabelecer parcerias entre pesquisadores, alunos e instituições públicas e privadas.

Programação – Entre pesquisas e trabalhos que se voltam para o desenvolvimento sustentável da nossa região, o destaque é o projeto “Microorganismos promotores de crescimento de plantas”, que, através do uso de nanotecnologia, prima pela redução de fertilizantes químicos e agrotóxicos.

Somado aos demais projetos, teremos 35 produtores e microempreendedores sociais especializados em oferecer serviços e produtos sustentáveis em diversos segmentos: gastronomia, moda, bioenergia, arte, vestuário, dentre outros.

Esses profissionais serão acompanhados por instituições parceiras que visam o uso sustentável da biodiversidade da Amazônia e o estímulo ao cooperativismo, por meio da criação e fortalecimento de ambientes de inovação nas distintas regiões do Estado do Pará.

Dois destaques são importantes: durante o evento, haverá ações para tratamento dos resíduos gerados. Os visitantes poderão adquirir uma ECOBAG para utilizarem durante o evento e todos os resíduos produzidos serão destinados para reciclagem via cooperativas parcerias do Projeto Quem Ama Cuida.

Texto: Sílvia Leão/Ascom BioTec-Amazônia (com informações do Ecos Amazônia)

Categorias: Notícias

TerPaz/Sectet leva cursos de qualificação profissional a moradores do Icuí

Sectet - ter, 27/08/2019 - 11:31
27/08/2019

Último dia de aula do curso de “Design de Sobrancelhas/Embelezamento de Cílios”, a sexta-feira (23) foi marcada por um clima de alegria e boas expectativas de crescimento profissional para os 25 participantes, todos moradores do bairro do Icuí, em Ananindeua.  Em nome da turma, Tatiane Rodrigues agradeceu ao Governo do Estado que, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), promoveu o curso dentro do Programa Territórios Pela Paz (TerPaz).

“Ressalto o nosso agradecimento ao governador Helder Barbalho e ao secretário Carlos Maneschy, da Sectet, que nos proporcionaram essa oportunidade. Com esse curso nós somos hoje profissionais da área da beleza. Saímos daqui qualificados, com conhecimentos teóricos e práticos, prontos para o mercado de trabalho”, enfatizou a moradora.

A oportunidade de usar os conhecimentos adquiridos no curso para empreender no setor de estética foi ressaltada por Lene Rivas, liderança comunitária do bairro do Icuí. “Agora elas podem trabalhar, ganhar dinheiro e ter oportunidade aqui no nosso bairro”, frisou Lene, que com outras lideranças ajudou a organizar o curso, ministrado pelo Senac na escola na Escola Estadual de Ensino Fundamental Francisco Paulo Mendes.

O curso teve carga horária de 40 horas e habilita os participantes a trabalhar em salões de beleza ou mesmo iniciar o próprio negócio. “A maioria dos participantes é composta de mulheres que muitas vezes não podem sair para trabalhar por causa dos filhos. Com essa qualificação, elas podem atender na própria casa ou ter flexibilidade no horário, indo até a residência dos clientes”, destaca Olga de Oliva, coordenadora do projeto “Cursos de Formação Inicial e Continuada para Jovens e Adultos”, uma das ações promovidas pelo TerPaz no Icuí.

Karoline Cordeiro, gerente da Coordenadoria de Formação Inicial e Continuada da Sectet, parabenizou todos que fizeram o curso, desejando sucesso e incentivando-os a investirem cada vez mais na qualificação profissional.

Formação continuada – O projeto desenvolvido pela Sectet possibilita que os moradores deem continuidade à formação técnica em determinado segmento profissional, por meio do itinerário formativo. “Por exemplo, depois de aprender o design de sobrancelhas os participantes podem fazer outros cursos na área da estética, tendo a possibilidade de requerer uma certificação técnica assim que atingirem uma determinada carga horária”, explica Olga de Oliva.

Os próximos cursos que a Sectet irá ofertar no Icuí são “Decoração de festas com balões” e “Gerência de vendas”.

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Projetos da Sectet chegam aos moradores de Marituba

Sectet - sex, 23/08/2019 - 12:07
23/08/2019

Orientações sobre regularização fundiária de imóveis e cursos de qualificação profissional integram a grade de ações de políticas públicas oferecidas pelo Programa Territórios Pela Paz (TerPaz), em Marituba, a partir desta quinta-feira (22), quando o eixo social do programa chegou ao Território Nova União/São Francisco, onde foram iniciados projetos e atividades de 17 órgãos do Governo do Pará, na escola Dom Calábria.

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (SECTET) é quem coordena a implantação dos projetos “Meu Endereço: lugar de paz e segurança social”, voltado à regularização fundiária de imóveis e o “Curso de Formação Inicial e Continuada para Jovens e Adultos”, que oferece qualificação em “Atendente de Farmácia”. Os projetos foram apresentados à comunidade e foi dado início ao processo de orientação e inscrições.

Viver bem e em paz - Myrian Cardoso, coordenadora do “Meu Endereço”, projeto realizado em parceria coma Universidade Federal do Pará (UFPA), deu as boas vindas aos moradores de Marituba e explicou como funciona o projeto, incentivando a boa relação entre vizinhos. “É importante manter a boa relação com os vizinhos. Conversar, dialogar, respeitar o espaço do outro quando for construir ou reformar o imóvel, observando os limites dos terrenos para viver bem e em paz”, orientou Myrian.

No primeiro contato com os moradores foram inscritas 105 pessoas interessadas em ter a orientação técnica do projeto. Nos dias 29/08 e 05/09, os moradores interessados voltarão à escola para fazer o cadastro no “Meu Endereço”, levando a documentação necessária. A partir desse cadastro, será feita uma análise e seleção das famílias que terão acompanhamento no processo de regularização fundiária. A equipe deixou claro para os interessados que o projeto não entrega títulos de posse, mas disponibiliza todo o suporte técnico para conseguir os documentos prévios necessários para a regularização dos imóveis.

Qualificação profissional – Karoline Cordeiro, gerente da Coordenadoria de Formação Inicial e Continuada da Sectet, foi quem fez a acolhida dos jovens interessados em concorrer a uma vaga no curso “Atendente de Farmácia”. “Podem se inscrever pessoas a partir de 18 anos de idade, com ensino fundamental completo e disponibilidade de tempo para assistir às aulas pela manhã por cerca de dois meses”, informou Karoline frisando a obrigatoriedade de no mínimo 75% de frequência como um dos requisitos para obter a certificação. No primeiro dia houve a inscrição de 35 pessoas para concorrer às 25 vagas do curso. As inscrições vão até o dia 26/08. Em seguida será feita uma análise das fichas de inscrição dos candidatos para a seleção dos que farão o curso, que é ministrado por profissionais do Senac. As aulas terão início no dia 23 de setembro.

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)
Fotos: Priscila Castro (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Programa Forma Pará é lançado pelo governo do Estado e universidades públicas

Sectet - ter, 20/08/2019 - 17:34
20/08/2019

O Programa Forma Pará foi lançado oficialmente na manhã desta terça-feira (20) em solenidade realizada no Teatro Waldemar Henrique, onde foram assinados os convênios entre o governo do estado, por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), a Universidade Federal do Pará (UFPA), a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), a Universidade do Estado do Pará (Uepa) e representantes dos 14 municípios alcançados nessa primeira versão do Programa.

Compuseram a mesa de abertura da solenidade o secretário de Ciência e Tecnologia, Carlos Maneschy; o reitor da Uepa, Rubens Cardoso; o reitor da UFPA, Emmanuel Tourinho; o reitor da Unifesspa, Maurílio Monteiro e a prefeita de Mocajuba, Elieth de Fátima Braga, representando os demais prefeitos e autoridades municipais presentes. Num primeiro momento foram assinados os convênios com as instituições públicas de ensino superior. Em seguida os representantes dos municípios fizeram a assinatura do documento que oficializa a parceria na oferta de vagas de cursos superiores em suas localidades.

Expansão da oferta - O reitor da UFPA, Emmanuel Tourinho, parabenizou o governo do Pará por compreender a importância da educação para o desenvolvimento do estado. “A melhor aposta que se pode fazer para superar as dificuldades e carências da nossa população é o investimento em educação. Parabenizo o governador Helder Barbalho e o secretário Carlos Maneschy por essa iniciativa que já nasce vitoriosa”, enfatizou Tourinho afirmando que esse avanço na oferta de cursos de nível superior só é possível por meio da parceria entre o estado, as instituições e as prefeituras. “Só é possível avançar, estender a oferta de vagas, juntando os esforços dos que têm compromisso com a população”, ressaltou o reitor da UFPA.

Referindo-se à grande procura dos paraenses por um curso superior, o reitor da Uepa, Rubens Cardoso, contabilizou o déficit no ensino superior informando que ao somar todas as vagas ofertadas pelas instituições públicas do estado têm-se em torno de 17 mil vagas e no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) inscrevem-se cerca de 256 mil pessoas no Pará. “O Programa Forma Pará é uma oportunidade ímpar. Possibilita formar mais e melhor as pessoas em seus próprios municípios, que ao indicar os cursos ofertados, atendem suas vocações específicas e o desenvolvimento virá de forma sustentável e benéfica”, acrescentou o reitor da Uepa.

Pressão por melhorias - Com a implantação de cursos de graduação nos municípios onde não há campus universitário, destacou o reitor da Unifesspa, Maurílio Monteiro, haverá maior cobrança dos profissionais formados sobre as políticas públicas locais, aumentando a pressão social sobre as administrações. “Será uma cobrança boa que fará com que todos cresçam”, disse o reitor, dirigindo-se aos prefeitos e secretários municipais presentes. Maurílio Monteiro falou da alegria de participar da implantação do Programa e elogiou a iniciativa do governo do estado e da Sectet. “Num momento em que enfrentamos problemas gravíssimos com o contingenciamento dos investimentos nas universidades federais, a sociedade paraense responde com uma parceria que expande a oferta de vagas. Estou muito feliz de participar desse momento”, reiterou.

Em resposta à referência do reitor da Unifesspa, a prefeita de Mocajuba, Elieth Braga, concordou que a cobrança sobre as administrações municipais será maior depois da implantação de cursos de nível superior, assentindo que a pressão ajudará a alavancar o desenvolvimento local. Ela foi enfática ao falar da importância da educação para o crescimento de uma sociedade. “A educação é tudo. Sem ela não há desenvolvimento. Em apenas sete meses de governo já temos um programa como esse. Tenho certeza que com o governador do estado, Helder Barbalho e com o secretário Carlos Maneschy o Pará vai avançar muito mais”, declarou a prefeita de Mocajuba.

Compromisso de governo - O secretário Carlos Maneschy agradeceu a presença de todos e as palavras de incentivo da prefeita e reitores, ratificando o compromisso do governo Helder Barbalho com o investimento em educação como meio para alcançar o desenvolvimento não apenas econômico, mas social e humano da população paraense. “O Forma Pará vem diminuir o déficit da oferta de vagas no ensino superior no estado. Sabemos que as desigualdades são imensas e históricas. Uma das que mais me incomodam é a assimetria na educação. Vamos oferecer pelos menos quatro mil novas vagas em quatro anos. Pode parecer pouco diante da demanda, mas, com certeza é muito mais do que foi feito antes”, declarou o secretário, reafirmando o seu compromisso pessoal com a expansão do ensino superior público no estado.

O resultado do processo seletivo especial realizado pela Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp) nos 14 municípios que assinaram o convênio nesta terça-feira (20) será divulgado na próxima quinta-feira, 22. Estão em disputa 900 vagas em oito cursos e 18 turmas. Mais 100 vagas estão sendo ofertadas para Mosqueiro. Mais informações sobre esta seleção estão no site da Fadesp.

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)
Fotos: Priscila Castro (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Prodepa desenvolve sistema de monitoramento sobre falta d´água

Prodepa - seg, 19/08/2019 - 11:58
19/08/2019 - 11:45

 

A Prodepa apresentou à equipe técnica da Cosanpa a última versão de um moderno sistema  de monitoramento geo-referenciado  sobre falta d'água na Região Metropolitana de Belém. O sistema permite a todos um acompanhamento por bairros e áreas vizinhas onde naquele exato momento, está ocorrendo falta de água, a razão da falta de água e uma  previsão da hora de retorno do fornecimento. No próximo dia 26 haverá apresentação do sistema à Diretoria da Cosanpa para marcar o inicio da operação. A idéia do sistema foi do governador Hélder Barbalho.

 

Categorias: Notícias

#TerPaz: Prodepa leva internet gratuita para 9 escolas públicas de 7 bairros da RMB

Prodepa - qua, 14/08/2019 - 14:37
14/08/2019 - 14:30

 

Atendendo solicitação da coordenação do programa #TerPaz, a Prodepa alocou nesta terça-feira equipe técnica com especialistas em comunicação digital e Tecnologia da Informação para inicio dos projetos de melhoria e implantação de novas unidades em pelo menos 9 escolas públicas estaduais, para viabilizar não só serviços com os sistemas governamentais de acompanhamento do programa como  instalação de  internet gratuita via Wi-Fi  através de hotzones em cada área de atuação prevista no programa em 7 bairros na Região Metropolitana  de Belém. É a Prodepa participando neste que é um dos programas prioritários do governador Hélder Barbalho.

 

Categorias: Notícias

Mulheres do Icuí são capacitadas em cursos ofertados pela Sectet

Sectet - qua, 14/08/2019 - 13:03
14/08/2019

Mais de 20 mulheres serão capacitadas no curso de design de sobrancelhas/embelezamento de cílios, iniciado na segunda-feira (12) e promovido pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) no Icuí, em Ananindeua, dentro do Territórios Pela Paz (TerPaz). O programa é desenvolvido pelo governo do Estado e atende bairros de Belém e Região Metropolitana que apresentam alto índice de vulnerabilidade social. 

O treinamento faz parte do projeto Cursos de Formação Inicial e Continuada para Jovens e Adultos, realizado pela Diretoria de Educação Profissional e Tecnológica (Detec), que já promove o de Auxiliar Administrativo no bairro da Cabanagem, em Belém. Os cursos são ministrados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac). 

“O objetivo é levar aos moradores oportunidade de capacitação para o mercado de trabalho, propiciando, além da geração de renda, a possibilidade de continuidade no processo de formação técnica”, ressalta a coordenadora do projeto, Olga de Oliva. 

Oportunidade – A turma do curso de design de sobrancelhas é formada por 25 mulheres, que assistem às aulas da instrutora do Senac, Elem Marçal, na Escola Estadual de Ensino Fundamental Francisco Paulo Mendes, de 9h às 13h, até o dia 27 de agosto. 

A assessora técnica do Senac, a pedagoga Milena Chaves, explicou às alunas as formalidades do curso, as condições para que recebam o certificado e adiantou orientações às futuras profissionais. Representante da Sectet, Rubens Sanches destacou a importância de aproveitar a oportunidade oferecida pelo governo do Estado, por meio da secretaria e do Senac, e se colocou à disposição para tirar dúvidas. 

O diretor da Escola Paulo Mendes, Alberto Cabeça, onde o curso ocorre, enfatizou que o mercado da estética é o setor da economia que tem grande crescimento e estar preparado para empreender nessa área é fundamental. “É uma alternativa de formação como forma de transformação da sociedade”, frisou o diretor. 

Formação Continuada – O projeto desenvolvido pela Sectet nos bairros atendidos pelo TerPaz possibilita que os moradores, a partir de um curso inicial, deem continuidade à formação técnica em determinado segmento profissional, através do itinerário formativo. “Por exemplo, depois de aprender o design de sobrancelhas, as alunas podem fazer outros cursos na área da estética, tendo a possibilidade de requerer uma certificação técnica assim que atingirem uma determinada carga horária”, explica Olga de Oliva. 

Os treinamentos levados pela Sectet a cada bairro são definidos a partir de uma análise sócio-econômica. Com isso, são ofertados cursos que atendam às especificidades locais, levando em consideração a formação: pessoas com nível de educação fundamental (com carga horária de até 80h) e ensino médio (acima de 80h). Olga de Oliva informa que, após o design de sobrancelhas, serão ofertados no Icuí mais dois cursos até o fim do ano: decoração de festas com balões e gerência de vendas. 

TerPaz – O programa Territórios pela Paz foi criado pelo governador Helder Barbalho no dia 10 de junho. Com o investimento em políticas públicas, como habitação, educação, saúde, esporte, cultura, lazer, entre outras, o Estado busca garantir uma vida digna às pessoas, possibilitando o desenvolvimento humano. Além disso, visa estabelecer novos parâmetros de atuação policial com vistas à redução da violência armada, especialmente da violência letal e a regulação pacífica dos conflitos nas áreas atendidas. 

O programa é um amplo esforço do governo para a diminuição da vulnerabilidade social e o enfrentamento das dinâmicas da violência, a partir da articulação de ações de segurança pública e de cidadania em sete bairros da Grande Belém: Guamá, Jurunas, Terra Firme, Bengui e Cabanagem (Belém), Icuí (Ananindeua) e Nova União (Marituba). As ações estão sendo implementadas gradativamente, tendo iniciadas pelo bairro da Cabanagem, em julho. O próximo bairro a receber as atividades da Sectet será Nova União, em Marituba.

 

Texto: Jeniffer Galvão 

Categorias: Notícias

Servidor da Sectet participará de curso sobre desenvolvimento industrial no Japão

Sectet - seg, 12/08/2019 - 11:45
12/08/2019

O diretor de ciência e tecnologia da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), Demethrius Pereira Lucena de Oliveira, irá ao Japão participar do curso "Desenvolvimento Industrial Utilizando Recursos Locais" no período de 31 de agosto a 03 de outubro deste ano. O treinamento é disponibilizado pela JICA (Japan International Cooperation Agency) em mais uma parceria com o Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan).

O curso tem como propósito identificar como é possível utilizar recursos culturais, históricos, naturais e de características geográficas próprias que todo país detém em prol do desenvolvimento regional. De acordo com o manual do programa oferecido pela JICA, o treinamento deve possibilitar que os participantes sejam capazes de “considerar a implementação de políticas e atividades de desenvolvimento industrial e promoção regional através do aprendizado de práticas realizadas no Japão com foco no desenvolvimento de indústrias que utilizam recursos locais”.

Selecionado dentre os inscritos para representar o Estado do Pará no treinamento, Demethrius Lucena aponta que, a partir do curso, será possível fazer uma ligação entre o Pará e o Japão em uma das áreas mais importantes para o Estado, o desenvolvimento industrial regional. “Precisamos verticalizar cadeias produtivas como, por exemplo, a do açaí, a do cacau, a da pesca, da mandioca entre tantos outros recursos florestais e fitoterápicos que são a fonte de sustento de milhares de famílias em nosso Estado”, considera. “Sinto-me abençoado por Deus em receber este verdadeiro presente, custeado pelo governo Japonês. Uma oportunidade ímpar em aprender como eles reconstruíram suas cidades”.

No retorno a Belém, o diretor de ciência e tecnologia aponta que pretende compartilhar os conhecimentos adquiridos com governo, através de palestras, seminários e atos. “Estou certo de que este Governo vai mudar o futuro dos paraenses, desde aqueles que plantam aos que exportam, gerando mais emprego e dignidade, em um modelo que certamente poderá ser reaplicado em toda região Norte e Nordeste do país”.

Kyushu - Dentro do programa, o exemplo utilizado será o da ilha de Kyushu, localizada na região sudoeste do Japão, e na qual, segundo o manual do programa, “modelos únicos de desenvolvimento industrial foram realizados”. A região é conhecida pela produção agrícola, de móveis e pela indústria têxtil. "Os participantes também aprenderão sobre os papéis do setor público, concentrando-se em políticas e medidas de apoio, incluindo aquelas que visam apoiar as pequenas e médias empresas (PME) da região”.

Seleção - A Seplan foi a responsável por receber o material dos interessados em participar do processo seletivo que atendeu a critérios estabelecidos pela própria JICA. Constatado o cumprimento dos requisitos exigidos, os documentos foram encaminhados à JICA, responsável pela seleção nacional dos candidatos e divulgação do resultado final.

Texto: Cintia Magno (Seplan)

Categorias: Notícias

Forma Pará: provas são realizadas em 14 municípios

Sectet - seg, 12/08/2019 - 08:23
12/08/2019

Mais de cinco mil estudantes tiveram neste domingo, um dia especial. Além de ser o Dia dos Pais, para esses estudantes foi o dia de tentar uma vaga num curso superior, passo importante para a conquista de um futuro melhor. Essa oportunidade é oferecida pelo governo do estado, por meio do programa Forma Pará, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) em parceria com a Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), Universidade do estado do Pará (Uepa), além de prefeituras e organizações de 14 municípios de várias regiões paraenses.

“Foi um domingo pra lá de especial. O maior presente para um pai é ver o filho tendo sucesso na vida e é essa oportunidade que o governo do estado dá a esses estudantes. A educação é o caminho mais consistente para a mudança de vida das pessoas”, enfatiza a secretária adjunta da Sectet, Edilza Fontes, que acompanhou de perto a realização da prova em Mocajuba, região nordeste do estado. Ela manteve contato com a organização das provas, realizadas simultaneamente em 14 municípios, durante a manhã deste domingo (11). “Tudo ocorreu com tranquilidade, dentro do esperado. Podemos dizer que essa etapa do programa foi um sucesso”, comemora a secretária adjunta.

Além de Mocajuba, as provas foram realizadas em Augusto Corrêa, Bagre, Benevides, Curuçá, Goianésia, Gurupá, Melgaço, Portel, Redenção, Salinópolis, São João de Pirabas, Tucuruí e Viseu. O processo seletivo especial é realizado pela Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), que divulga o gabarito da prova objetiva nesta segunda-feira (12) no site da Fundação (www.potalfadesp.org.br). O resultado final da seleção será divulgado no dia 22 de agosto.

Cursos e municípios

A oferta dos cursos foi decidida em negociação entre as prefeituras e associações e as universidades, levando em consideração a necessidade dos municípios e disponibilidade das instituições de ensino. “O objetivo do governo é levar cursos superiores a municípios onde não existem campi universitários ou onde os cursos não são ofertados pelas universidades. A maioria dos cursos ofertados é na área técnica, ou seja, bacharelado”, explica Edilza Fontes.

Nessa primeira versão do Forma Pará, são 20 turmas, tendo cada uma 50 vagas, totalizando assim, 1.000 vagas. Nas provas realizadas neste domingo, os candidatos concorrem a 900 vagas: 600, pela UFPA, nos cursos de Administração (Bagre, Viseu, Augusto Corrêa e São João de Pirabas), Turismo (Portel e Tucuruí), Engenharia Civil (Goianésia), Serviço Social (Curuçá, Gurupá e Mocajuba) e História Licenciatura (São João de Pirabas e Tucuruí). A Uepa oferta 200 vagas, sendo 150 em Educação Física (Benevides, Gurupá e Melgaço) e 50 em Geografia (Salinópolis) e a Unifesspa disponibiliza 100 vagas, divididas nos cursos de Engenharia Civil (Redenção) e Direito (Mocajuba).

Há ainda mais 100 vagas que estão sendo ofertadas pela UFPA nos cursos de História e Turismo, em Mosqueiro, distrito de Belém. O edital foi publicado em julho e as inscrições podem ser feitas de 16 a 22 de agosto pelo portal da Fadesp. Para essas vagas, a seleção será feita pela nota do Enem/2018.

“Estou muito grato ao governo do estado, à prefeitura de Viseu, na pessoa da secretária de educação do município, por trazer para nós essa oportunidade de fazer um curso superior. Muitos não têm condições de sair daqui para fazer faculdade em Belém ou mesmo em Bragança. Essa é uma oportunidade que vem agregar muito aos jovens da nossa região”, agradeceu Danilo Soares, candidato a uma vaga no curso de Administração/UFPA, em Viseu.

 

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

'Meu Endereço' auxilia famílias no Icuí no processo de regularização de imóveis

Sectet - dom, 11/08/2019 - 09:04
11/08/2019

“Para ter convicção de que a casa é minha”. Foi assim, de forma enfática, que a técnica em Enfermagem Tatiane Miranda Rodrigues respondeu à pergunta sobre o motivo que a levou a se cadastrar no Projeto “Meu Endereço: lugar de paz e segurança social”, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), em parceira com a Universidade Federal do Pará (UFPA). O “Meu Endereço” faz parte do programa Territórios Pela Paz (TerPaz), ação integrada do governo do Estado que leva vários serviços a bairros que apresentam elevado índice de vulnerabilidade social, aumentando a presença do governo nessas áreas.

Assistência - A coordenadora do projeto, Myrian Cardoso, ressaltou que o “Meu Endereço” oferece aos moradores assistência técnica e tecnológica no processo de regularização fundiária, indicando e auxiliando as famílias no caminho até a obtenção do título de propriedade. “Entendemos que todos queiram ter o documento do imóvel, o que é legítimo. Deixamos claro para eles que não entregamos título de posse. Nós oferecemos auxílio técnico em arquitetura e engenharia para apoiar os moradores na busca pelo título de propriedade. Inclusive, indicando a qual órgão devem ir”, esclareceu Myrian Cardoso.

“Essa é uma ajuda muito grande. Há muito tempo esperamos a oportunidade de ter o documento da nossa casa”, disse a aposentada Andrelina da Conceição, moradora do loteamento Santa Maria. Junto com o marido e dois filhos, ela ocupou o terreno há 26 anos, e agora sonha em finalizar a construção da casa, para ter mais conforto e segurança.

Kit Meu Endereço - O “Meu Endereço” oferece auxílio para Andrelina e Tatiane. Os profissionais envolvidos no projeto avaliam os casos e, de acordo com cada situação, disponibilizam os principais documentos exigidos no processo de regularização de imóvel. É o “Kit Meu Endereço Certo”, composto de planta de localização do imóvel, planta de limite de lote, laudo de condições socioambientais da moradia, laudo de avaliação do imóvel e guia de encaminhamento a programas sociais.Foto: Priscila Castro / Ascom Sectet
Moradora faz seu cadastro no ’Meu Endereço’, que faz parte do programa Territórios Pela Paz

Para chegar a esses documentos são necessárias algumas etapas. Na primeira fase, as famílias tomam conhecimento do projeto, juntam documentos e fazem o cadastro. Os documentos serão analisados e as famílias contatadas para a segunda fase, que é a visita técnica.

Treinamento e participação - O vice-coordenador do projeto, Renato das Neves, explicou que antes da segunda etapa é feito um treinamento com moradores do bairro, para selecionar pessoas que irão ajudar no levantamento de informações destinado à elaboração dos documentos.

O Icuí é o segundo bairro em que a Sectet implementa o “Meu Endereço”. O primeiro foi a Cabanagem, em Belém, onde a previsão de treinamento é outubro próximo. “Em relação ao Icuí, ainda vamos avaliar a situação das famílias cadastradas para agendar o treinamento”, informou Renato das Neves. O trabalho realizado no Icuí, denominado “Quinta da Cidadania”, terá continuidade na próxima semana, no dia 14 (quarta-feira).

A procura pelo projeto tem superado as expectativas da coordenação. Por causa da logística necessária para dar continuidade ao processo de elaboração do “Kit Meu Endereço Certo”, nesse primeiro momento serão atendidas até 100 famílias em cada bairro abrangido pelas ações do TerPaz. Além da Cabanagem e do Icuí, o “Meu Endereço” chegará aos bairros Nova União (em Marituba), Guamá, Jurunas, Terra Firme e Benguí (em Belém).

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)

Fotos: Priscila Castro (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Prodepa celebra Dia dos Pais com homenagens e programação especial

Prodepa - sex, 09/08/2019 - 18:30
09/08/2019 - 18:15

 

Para homenagear os papais colaboradores da empresa, a Prodepa em parceria com a Associação dos Funcionários e Ex-funcionários da Prodepa (AFCPD), realizou na manhã desta sexta-feira (9) uma programação especial na área externa e no auditório. O evento foi mais uma ação tradicional que faz parte de uma política de valorização e reconhecimento da importância dos profissionais da empresa.

Pai de uma única filha, José Tomaz Lima, há 41 anos na Prodepa, bastante animado, comemorou a festa do Dia dos Pais. “Eu acho muito bom, nesta data, esse trabalho da empresa e da associação pra gente, principalmente pra gente de mais idade, que estamos há muito tempo já na Prodepa. Isso pra mim é muito maravilho, gratificante. Estou me divertindo muito.”, afirma José Tomaz.

O presidente da Prodepa, Marcos Brandão, falou sobre a importância de reconhecer o valor dos pais e não deixar que datas como essas passem despercebidas. "É muito bom ter momentos de descontração como estes. Isso marca mais uma um momento de união de nós que somos amigos além de colegas de trabalho. Parabenizo a todos os colegas aqui que são pais ou que os tem como sua grande referência”completou.”

A programação comemorativa contou com torneio de jogos de futebol entre colaboradores divididos em times do Remo e Paysandú (RexPA), além de torneio de sinunca e sorteio de brindes. A diversão ficou por conta da atração musical “Banda Larga” composta por colaboradores ao som de muito rock.

Origem- Ao que tudo indica, o Dia dos Pais tem uma origem bem semelhante ao Dia das Mães, e em ambas as datas a idéia inicial foi praticamente a mesma: criar datas para fortalecer os laços familiares e o respeito por aqueles que nos deram a vida. No Brasil o primeiro registro da comemoração remete ao dia de São Joaquim, patriarca da família segundo a tradição católica. A primeira comemoração foi em agosto de 1953.

 

Categorias: Notícias

Prodepa e prefeitura de Anapu celebram parceria

Prodepa - sex, 09/08/2019 - 18:08
09/08/2019 - 18:00

 

O presidente da Prodepa recebeu na última quinta-feira o prefeiito de Anapu, Aelton Fonseca, e vereadores do município.  Durante a visita o presidente Marcos Brandão agradeceu a regularização do contrato com prefeitura e garantiu o atendimento do Hospital Municipal Oscar de Déa, com internet em alta velocidade. Dessa forma, 6 unidades municipais passam a ser atendidas com Hotzones e internet gratuita para população, conforme tem priorizado o governador Hélder Barbalho com o selo "Cidade Digital".

 

Categorias: Notícias

Prodepa e ParaPaz : parceria para internet em alta velocidade

Prodepa - qua, 07/08/2019 - 12:02
07/08/2019 - 12:00

 

A Prodepa atendeu ao ParaPaz em Oriximiná e agora está a caminho de Breves, no Marajó,  para estabelecer em caráter especial um link de alta velocidade na Escola de Governo onde ocorrerão as atividades do programa do Governo do Estado. #TerPaz

 

 
Categorias: Notícias

Fibra Óptica: Prodepa finaliza ACT com Exército

Prodepa - qua, 07/08/2019 - 12:01
07/08/2019 - 12:00

 

A Prodepa e o Exército brasileiro, através do 41º Centro de Telemática da corporação, finalizam agenda para execução de um Acordo de Cooperação Técnica no uso de alta tecnologia DWDM em fibra óptica (compartilhamento em alta velocidade) para atendimento de localidades na Calha Norte. Além disso, aproveitam para realizar novos estudos com vistas a obter Internet a custo mais baixo como, por exemplo, para rota das Guianas, ao Norte.

 

   
Categorias: Notícias

'Forma Pará' viabiliza a oferta de cursos de graduação da UFPA em Mosqueiro

Sectet - qui, 01/08/2019 - 10:09
01/08/2019

O Distrito de Mosqueiro, em Belém, terá cursos de nível superior, ofertados pela Universidade Federal do Pará (UFPA), dentro do Programa Forma Pará, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), em parceria com a Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa). O edital foi publicado nesta quarta-feira (31) no site da Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp) - www.portalfadesp.org.br.

Serão disponibilizadas 50 vagas em cada curso ofertado: História (licenciatura) e Turismo (bacharelado). A seleção será feita por meio das notas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018. O período de inscrições será de 16 a 22 de agosto, no site da Fadesp. Confira o edital.

Na terça-feira (30), a secretária adjunta da Sectet, Edilza Fontes, fez em Mosqueiro uma visita técnica a escolas da rede estadual, verificando a infraestrutura disponível para receber as turmas do "Forma Pará". Acompanhada por Darlene Nóvoa, secretária da Faculdade de História/UFPA, Edilza Fontes esteve em três escolas. "Todas estão em plenas condições de receber os cursos. Nós decidimos pela Escola Honorato Filgueiras por causa da localização central, oferecendo melhores condições de acesso por meio do serviço público de transporte", explicou a secretária adjunta.

A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Professor Honorato Filgueiras está localizada na Travessa Siqueira Mendes, no bairro Maracajá. A data prevista para a divulgação da lista de aprovados no processo seletivo especial é 28 de agosto, no site da Fadesp.

As aulas devem começar já em setembro. "Com a realização de mais esse processo seletivo especial, fechamos essa primeira etapa do 'Forma Pará' ofertando mil vagas em diferentes cursos de graduação, em 15 municípios", informou Edilza Fontes, acrescentando que, em 2020, o programa deverá chegar a outros municípios onde ainda não existem campi de universidades públicas, ou onde os cursos não estão sendo ofertados.

Provas simultâneas – Editais lançados pela Fadesp no último dia 12 de julho deram início a processos seletivos especiais, destinados ao preenchimento de 900 vagas em diversos cursos oferecidos pela UFPA, Universidade Federal do Sul Sudeste do Pará (Unifesspa) e Universidade do Estado do Pará (Uepa).

No dia 11 de agosto serão realizadas provas de seleção simultaneamente em 14 municípios: Augusto Corrêa (Administração/UFPA), Bagre (Administração/UFPA), Benevides (Educação Física/Uepa), Curuçá (Serviço Social/UFPA), Goianésia do Pará (Engenharia Civil/UFPA), Gurupá (Serviço Social/UFPA e Educação Física/Uepa), Melgaço (Educação Física/Uepa), Mocajuba (Serviço Social/UFPA e Direito/Unifesspa), Portel (Turismo/UFPA), Redenção (Engenharia Civil/Unifesspa), Salinópolis (Geografia/Uepa), São João de Pirabas (História/UFPA e Administração/UFPA), Tucuruí (História/UFPA e Turismo/UFPA) e Viseu (Administração/UFPA).

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Nova versão do aplicativo “KD a Berlinda” traz mais informações e interatividade

Prodepa - seg, 29/07/2019 - 10:39
29/07/2019 - 10:30

 

Diretores da Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa) e a Diretoria da Festa de Nazaré reuniram dia 15 no Centro Social de Nazaré para tratar sobre novidades e melhorias no aplicativo “KD a Berlinda” para a programação do Círio de Nazaré 2019, que tem como tema “Maria, Mãe da Igreja”. Quem baixar a nova versão do aplicativo terá mais interatividade para ser informado sobre todas as 12 procissões do Círio. O aplicativo é desenvolvido pela Prodepa há 8 anos.

Marcos Brandão, presidente da Prodepa, detalhou sobre a importância de ampliar o diálogo com a organização do Círio para tratar sobre melhorias nos serviços oferecidos para a população e turistas nesse que é um dos momentos mais importantes para o Estado do Pará, seja para a cultura, para a fé como para a economia local.

O diretor de Desenvolvimento de Sistemas, Gustavo Costa, apresentou a proposta para o novo layout do aplicativo e novas funcionalidades a serem implementadas, o que aproximará mais os usuários ao maior momento de fé dos paraenses. “Estamos trabalhando num novo design pro aplicativo, incluindo galeria de fotos e inclusive com cartazes dos círios em alta resolução para servir de wallpaper”, antecipa.

Claudio Acatauassú Nunes, diretor coordenador do Círio 2019, falou sobre a importância de mais essa forma de divulgar as procissões do Círio de Nazaré e peregrinações da imagem de Nossa Senhora de Nazaré. “Ter a Prodepa como colaboradora e parceira da Diretoria da Festa é muito importante e vai ser possível demonstrar, a quem queira acessar, onde está a nossa imagem peregrina em todas as suas 12 procissões do Círio”, coloca.

A ideia para esse ano é que o aplicativo mostre até mesmo as peregrinações fora das procissões que antecedem ao Círio em órgãos públicos e hospitais que são abertas ao público. “Isso é muito importante para os fiéis que querem estar presentes nesses momentos de evangelização” diz Claudio. O serviço estará disponível desde a primeira romaria, no traslado para Ananindeua, até o Recírio, a última das procissões da festa.

Pela Prodepa estiveram presentes na reunião o Presidente Marcos Brandão; o diretor Gustavo Costa e o a Assessor da Diretoria de Desenvolvimento de Sistemas, Antônio Mokarzel. Representando a Diretoria da Festa estavam os diretores Oswaldo Diniz Mendes, da Diretoria de Marketing; Mário José Tuma Junior, da Diretoria de Procissões; Antônio Américo, Diretor Secretário; e Cláudio Acatauassú Nunes, o Diretor Coordenador 2019.

 

Como funciona o App “Kd a Berlinda:

 

• O aplicativo é um sistema georreferenciado onde as coordenadas de localização da berlinda são capturadas por GPS, em tempo real, permitindo aos romeiros e fiéis acompanharem o trajeto percorrido e o tempo de cada procissão.

• O aplicativo foi lançado em outubro de 2013 e já recebeu diversas atualizações e está disponível nas plataformas Android e IOS. Além disso, está disponível em Português e Inglês.

• Dentre as funcionalidades, é possível localizar a berlinda, acompanhar a romarias, assistir ao vivo a transmissão, o histórico de onde a berlinda já passou e um tutorial de como usar o aplicativo.

• Com ele é possível verificar também outras opções de trajeto, o que auxilia o usuário a ir de um ponto a outro, não necessariamente onde a berlinda esteja.

• No site www.kdaberlinda.pa.gov.br, acessível por qualquer dispositivo móvel ou computador, é possível acompanhar o trajeto percorrido. São usadas aplicações ajustáveis, que se adaptam ao tamanho da tela. A página é acessada com todas as funcionalidades, independente do dispositivo usado, seja computador, tablet ou celular.

 

Número de acesso ao “KD a Berlinda” desde o seu lançamento:

 

2012 - 20 mil

2013 - 100 mil

2014 - 250 mil

2015 - 305 mil

2016 – 254 mil

2017 – 563 mil

2018 – 600 mil

 

Categorias: Notícias

Colaboradores da Prodepa conhecem programa "Territórios pela Paz"

Prodepa - seg, 29/07/2019 - 10:17
29/07/2019 - 10:15

 

O combate a violência é um dos problemas mais desafiadores enfrentado pelos governos estaduais no Brasil. Os altos índices de violência, cada vez mais crescentes, mostram que é preciso ir além das ações de segurança pública para combater a insegurança. É preciso combater a desigualdade e a exclusão social.

Um importante instrumento que une ações de segurança pública com ações sociais integradas para a construção de uma sociedade com mais paz e justiça social é o programa Territórios pela Paz apresentado pela equipe da Secretaria de Estado de Articulação de Cidadania (Seac) para os colaboradores da Prodepa no último dia 23 no auditório da empresa.

A apresentação partiu de uma solicitação do presidente da Prodepa, Marcos Brandão para que todos os colaboradores pudessem conhecer a estratégia de governo e dar sugestões para a participação efetiva da empresa nas ações do programa.

“Nosso objetivo é aglutinar ideias e dispor nossos serviços que possam contribuir de maneira decisiva para dar suporte e estabelecer esse vínculo de trabalho junto com a equipe do TerPaz e todos os demais órgãos envolvidos”, afirmou Brandão.

O coordenador do Núcleo de Relações Institucionais e da Câmara Técnica Intersetorial da Secretaria de Estado de Articulação da Cidadania (Seac), Júlio Alexandro Quezada Jélvez explica a importância de ampliar a participação de todos no planejamento das ações para identificar como cada órgão pode contribuir. “Esse contato é importante para alinhar nossos interesses da participação da Prodepa, especialmente no que diz respeito às tecnologias disponíveis para nos auxiliarem na gestão do programa”. 

Ao final da apresentação Marcos Brandão apontou algumas iniciativas que podem ser implementadas a partir dos serviços da Prodepa, além de, ideias que já foram surgindo na empresa para auxiliar no programa, como a criação de aplicativos de apoio ao cidadão para acionar os serviços de segurança pública de maneira mais rápida.

 

TerPaz – O projeto Territórios pela Paz já soma 130 projetos envolvendo todas as 27 secretarias e órgãos púbicos do Estado, que trabalharão de forma conjunta. A ideia é investir em infraestrutura urbana e nas políticas públicas como habitação, educação, saúde, esporte, cultura, lazer, entre outras, para garantir uma vida digna às pessoas, possibilitando o desenvolvimento humano dos territórios.

Além disso, busca estabelecer novos parâmetros de atuação policial com vistas à redução da violência armada, especialmente da violência letal e a regulação pacífica dos conflitos no interior das áreas atendidas, orientada por padrões não-violentos de sociabilidade e por uma cidadania sem tutela.

O programa beneficiará cerca de 370 mil pessoas diretamente e tem como público preferencial as vítimas da criminalidade, mulheres em situação de risco e os jovens de 15 a 29 anos.

O projeto, coordenado pela Secretaria de Estado de Articulação pela Cidadania (Seac), vai contemplar sete territórios da Região Metropolitana de Belém, sendo cinco na capital (Guamá, Jurunas, Terra Firme, Benguí e Cabanagem), um em Ananindeua (Icuí) e um em Marituba (Nova União).

 

Categorias: Notícias

Sectet leva projetos ao Icuí dentro do programa TerPaz

Sectet - sex, 26/07/2019 - 12:17
26/07/2019

As ações do Programa Territórios pela Paz (TerPaz) chegam ao bairro do Icuí, em Ananindeua, a partir de segunda-feira (29/07). O TerPaz é uma política de governo que integra vários órgãos, levando à população ações de segurança pública, educação, qualificação profissional, arte, esporte, enfim, atividades que promovem a cidadania como forma de enfrentamento da violência e promoção da paz.

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) irá implementar no Icuí ações dos projetos “Cursos de Formação Inicial e Continuada para Jovens e Adultos” e “Meu Endereço: Lugar de paz e segurança social”, que serão lançados na Escola Estadual Francisco Paulo Nascimento Mendes, de 9h às 12h.

Meu Endereço - Realizado em parceira com a Universidade Federal do Pará (UFPA) tem como objetivo principal oferecer serviços necessários à regularização dos domicílios. Nesses primeiro momento, os moradores receberão todas as informações sobre o projeto. Depois será feito o cadastro dos interessados, que receberão o “Kit Meu Endereço” após avaliação da situação de cada imóvel. O kit é composto de planta de localização, planta de limite de lote, laudo de condições socioambiental da moradia, laudo de avaliação do imóvel e guia de encaminhamento a programas sociais.

Cursos de Formação – As inscrições para o curso de “Design de Sobrancelhas” serão realizadas de 29/07 a 02/08. Podem se inscrever pessoas a partir de 16 anos de idade e ensino fundamental completo, apresentando RG, CPF, comprovante de residência e de escolaridade. Menores de 18 anos devem apresentar documento do responsável legal. O curso terá início no dia 12/08.

TerPaz – O Programa foi criado pelo governador Helder Barbalho no dia 10 de junho. Destaca-se por ser um amplo esforço do Governo Estadual para a diminuição da vulnerabilidade social e o enfrentamento das dinâmicas da violência, a partir da articulação de ações de segurança pública e de cidadania em sete bairros da Grande Belém: Guamá, Jurunas, Terra Firme, Bengui e Cabanagem (Belém), Icuí (Ananindeua) e Nova União (Marituba). A Cabanagem foi o primeiro bairro a receber ações do Programa, que agora chega ao Icuí, em Ananindeua.

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom/Sectet)

Categorias: Notícias

Inscrições definitivas para o programa Forma Pará vão até dia 31

Sectet - qua, 24/07/2019 - 17:43
24/07/2019

Os quase 8 mil candidatos inscritos de forma preliminar nos cursos do programa Forma Pará têm até o dia 31 de julho para efetivar sua inscrição no município onde pretendem realizar a qualificação. A confirmação pode ser feita nos dias úteis dentro deste prazo, a contar desta quarta-feira (24). Os locais e as orientações estão disponíveis no site da Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp), onde também pode ser consultada a lista de inscritos preliminarmente.

São 900 vagas ofertadas em todo o Estado. A concorrência média ficou em 8,86 candidatos por vaga, com Direito sendo o curso mais concorrido, em Mocajuba, com 29,9 candidatos/vaga, e Turismo o menos concorrido, em Portel, com 2,12 pessoas disputando uma vaga.

O Forma Pará é um programa desenvolvido pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), em parceira com a Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa) e as instituições de ensino superior: Universidade do Estado do Pará (Uepa), Universidade Federal do Pará (UFPA) e Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa).

Inscrição definitiva – Para solicitar a inscrição definitiva, o candidato deverá comparecer ao município de realização do seu curso, no local divulgado no site, entre 24 e 31/07 (dias úteis) no horário de 8h às 12h e de 14h às 18h, levando um envelope, tamanho A4, com seu nome, o curso pretendido, a instituição e o município do Prosel, que devem ser escritos em letra de forma.

Dentro do envelope devem constar o Requerimento de Inscrição Definitiva (disponível no site www.portalfadesp.org.br), devidamente preenchido e assinado, onde deverão constar uma foto 3x4 recente, os dados pessoais e a declaração de que não possui vínculo acadêmico com outra Instituição de Ensino Superior Pública; cópias do RG, do CPF (se constar no RG, basta grifar na cópia) e da certidão de quitação eleitoral ou comprovantes de votação na última eleição; cópia da comprovação de que está em dia com as obrigações militares (para homens maiores de 18 anos); cópias do Histórico Escolar do Ensino Médio e do Certificado de Conclusão do Ensino Médio.

No dia 5 de agosto, a Fadesp divulgará os Cartões de Inscrição dos candidatos que realizaram a inscrição definitiva e estarão aptos à realização das provas, que ocorrerão no dia 11 de agosto. Nesse cartão, além dos dados pessoais, contará o local de realização das provas.

"Os candidatos devem ficar atentos, olhando sempre o site da Fadesp para não perder os prazos. Estamos acompanhando de perto todos os passos do processo de seleção, assim como iremos acompanhar as etapas de realização dos cursos em cada um dos municípios", enfatiza o secretário da Sectet e presidente da Fapespa, Carlos Maneschy.

O titular da secretaria ressalta ainda o compromisso do governo do estado em dar oportunidade de formação, chegando a todas as regiões do estado. Maneschy lembra também que em breve será publicado o edital para as vagas dos cursos de História e Turismo que serão ofertados em Mosqueiro e que terão a seleção feita por meio da nota do Enem 2018.

Texto: Jeniffer Galvão (Ascom Sectet)

Categorias: Notícias

Páginas